Home

Acesse a biblioteca de publicações

PCH’s: Chance única e imediata para o Brasil

Maurício Corrêa – Paranoá Energia (15/10/2019) O Leilão A-6 está marcado para o dia 18, nesta sexta-feira. Ainda é tempo mais do que suficiente para que os agentes econômicos possam perceber que esta será uma oportunidade única para o nosso País se transformar quase que imediatamente em um grande canteiro de obras, com geração de empregos e renda em muitas partes do território nacional. Portanto, não pode ser desperdiçada.  Leia a íntegra.

Constrained-off e vertimentos turbináveis

Pedro Prescott – CanalEnergia (12/08/2019) A regulamentação do constrained-off carece de isonomia entre as fontes de geração – a não compensação dos vertimentos  turbináveis aprofunda os prejuízos das hidrelétricas.  Leia a íntegra.

O GSF e suas companhias

Mário Menel – Brasil Energia (08/07/2019) O que se conclui dessa jornada é que o dispositivo que fornece o comando legal para a solução do GSF nunca foi objeto de debate ou de discordância entre os parlamentares.  Leia a íntegra.

Reserva de Potência Operativa e o mercado de serviços ancilares

Paulo Sehn – CanalEnergia (22/05/2019) Reserva de Potência Operativa é a parcela de geração utilizada pelo Operador do Sistema na realização do controle de frequência a fim de compensar desequilíbrios de carga e geração em curtos espaços de tempo. Em razão dessas particularidades, o controle de frequência é caracterizado como um serviço destinado a prover confiabilidade elétrica ao sistema. E isso tem um custo. As principais prestadoras do serviço de controle de frequência no Brasil são as usinas hidrelétricas participantes do chamado Controle Automático de Geração (CAG). Para tanto, aloca-se uma folga de geração de cerca de 4.000 MW (4% da carga, mais 6% da geração eólica no NE e mais 15% da geração eólica no Sul) nessas usinas de modo a atender a possíveis desvios de carga e geração. A essas usinas são ressarcidas apenas despesas com equipamentos, manutenção e operação, sem considerar o custo de oportunidade de colocação dessa energia no mercado de curto prazo, ou mesmo o impacto no MRE. Esse arranjo fez com que, por muito tempo, não se percebesse o valor financeiro da RPO no SIN. Para ler a íntegra, clique aqui.

A ABIAPE completa, em 2019, 15 anos de fundação. Para registrar essa trajetória, a Associação apresenta seu selo comemorativo, que será utilizado durante este ano em todas as suas assinaturas.

O selo faz alusão aos sólidos laços que integram Associados, Diretoria e Corpo Técnico, sempre importantes para o bom desenvolvimento das atividades da Associação.

 

Encontro Anual do Mercado Livre

Mais informações no site.

 

Prêmio SECAP – Concurso de Monografias

A Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria – SECAP, do Ministério da Economia, lança a 1ª edição do concurso de monografias PRÊMIO SECAP DE ENERGIA – 2019 que premia a comunidade acadêmica e a sociedade em geral.

O Prêmio é realizado pela Fundação Escola Nacional de Administração Pública – ENAP em parceria com a Fundação Getulio Vargas – FGV. O prazo final para envio dos trabalhos é 2 de dezembro de 2019.

Mais informações no site da ENAP.

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) começa nova campanha de comunicação para conscientizar a população acerca dos riscos de incêndios em áreas próximas à rede de transmissão de energia. A Agência divulgou 5 animações com a importância da energia elétrica para a população e possíveis causadores de incêndios.

Estádios     Indústria     Limpeza de Terreno     Transporte Urbano     Velas e Fogueiras

Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico
Hoje, o Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico – FMASE conta com 19 entidades na sua formação, e é uma das principais vozes do setor para tratar das questões ambientais referentes aos empreendimentos de geração de energia.
Fórum das Associações do Setor Elétrico
O Fórum das Associações do Setor Elétrico – FASE, reúne as principais associações do setor elétrico brasileiro, incluindo entidades representativas dos segmentos de geração, transmissão, distribuição, comercialização e consumo. O FASE tem por objetivo melhorar a interlocução das associações do SEB com as entidades e instituições de governo direta ou indiretamente relacionadas com esse setor.