Newsletters

Cogeração sente a falta de um programa de incentivo

materia4
Só os autoprodutores possuem cerca de 3 GW em projetos de cogeração a gás engavetados

A indisponibilidade e a instabilidade do preço do gás natural têm deixado engavetados cerca de 3GW de projetos de cogeração de energia no estado de São Paulo, segundo o presidente da Abiape, Mario Menel. Todavia, outro fator importante que contribui para que projetos dessa fonte deixem de ser explorados é a falta de um programa de incentivo para a cogeração no país.

De acordo com a Abiape, seus associados teriam cerca de R$ 10 bilhões em investimentos para tais projetos. Mas apesar das vantagens da cogeração serem muitas – como a redução de investimentos em transmissão, já que ela estaria mais próxima ao centro de carga, e a eficiência energética resultante da menor perda de energia em todo o processo -, não é o suficiente para a fonte deslanchar.

De acordo com dados do Ministério de Minas e Energia (MME), o consumo de gás natural para a cogeração vem apresentando declínio nos últimos anos. O consumo caiu de 2,92 milhões m³/d em 2012, para 2,46 milhões m³/d em 2013, uma queda de 16%.

Segundo a International Energy Agency - IEA (Agência Internacional de Energia) a demanda global de gás natural cresceu apenas 1,2% em 2013, desempenho muito inferior se comparado a de outras fontes de energia. Ainda de acordo com a Agência, o baixo crescimento seria por causa de uma economia lenta, restrições de oferta e a alta concorrência do carvão e de energias renováveis. Todavia, espera-se um crescimento anual de 2,2% na demanda global de gás até 2019.

Como o interesse pelo gás natural está diretamente relacionado à busca de alternativas ao petróleo e de fontes menos agressivas ao meio ambiente, no Brasil há uma luta constante por uma política capaz de incentivar a fonte, principalmente para a cogeração. Desta forma, além de trazer benefícios para a sociedade e ao meio ambiente, o setor elétrico terá garantias de suprimento eficaz.

fmase

Hoje, o Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico - FMASE conta com 19 entidades na sua formação, e é uma das principais vozes do setor para tratar das questões ambientais referentes aos empreendimentos de geração de energia.


Leia mais...

ABIAPE | Associação Brasileira dos Investidores em Autoprodução de Energia

SCN Quadra 4 Ed. Centro Empresarial Varig Sala 201 CEP: 70714-900 Brasília/DF
Tel/Fax: (61) 3326-7122 

 

abiape