Notícias ABIAPE

Indicação de Altieri para CCEE é unanimidade entre agentes do setor elétrico

Canal Energia 27/04/15


Sueli Montenegro

 

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, conseguiu surpreender e, ao mesmo tempo, agradar o mercado, ao indicar Rui Altieri para a presidência do Conselho de Administração da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica. Unanimidade entre os associados da CCEE, Altieri foi eleito para o conselho em Assembleia Geral Ordinária realizada em São Paulo na última quinta-feira, 23 de abril, em substituição ao atual presidente, Luiz Eduardo Barata.

 

O superintendente de Regulação Econômica e Estudos de Mercado da Agência Nacional de Energia Elétrica tem uma longa carreira na autarquia, onde construiu a reputação de técnico competente e hábil no trato com os interlocutores, mesmo nos casos em que as decisões são contrárias aos interesses dos agentes. Ele deixou em janeiro a área de regulação dos serviços de geração para assumir a nova superintendência, resultante da reestruturação interna promovida pela Aneel.  

 
 
“Foi uma excelente indicação, porque Rui é uma pessoa muito competente tecnicamente e com profundo conhecimento do assunto”, avaliou o presidente executivo da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia, Reginaldo Medeiros. O executivo da Abraceel disse que não se sabia extamente quem o governo iria indicar para a função, porque havia a possibilidade de recondução de Barata para um segundo mandato de quatro anos, mas classifcou a decisão como “uma grata surpresa.”

 

A mesma avaliação foi repetida por dirigentes de outras cinco associações empresariais do setor ouvidas pelaAgência CanalEnergia. O presidente da Associação Brasileira de Geradoras de Energia, Flávio Neiva, afirmou que os investidores em geração ficaram satisfeitos com a indicação do técnico, porque ela vai assegurar a manutenção da abertura para o diálogo que a Abrage mantém com o atual presidente do conselho da CCEE. “Rui nos recebia na Aneel com muita atenção. Tem todo o conhecimento da parte regulatória de geração”, destacou Neiva. Ele lembrou que os agentes nunca foram surpreeendidos com decisões ou com regulamentos que não tenham sido discutidos previamente pelo superintendente.

 

O presidente da Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres, Paulo Pedrosa, também aprovou a indicação do novo dirigente da CCEE, que classificou como um ganho para o setor. Pedrosa destacou o desafio de substituir Luiz Eduardo Barata à frente da instituição. Barata é visto pelos agentes como um técnico especial, por ter ao mesmo tempo a visão da operação e a do mercado, além da experiência politica de acompanhar o trabalho do regulador. “É um profisssional único no setor, com uma vivência extraordinaria”, afirmou o dirigente da Abrace, para quem Altieri vai facilitar a aproximação da Aneel com o mercado, porque tem densidade de informação e também um bom diálogo com os agentes.

 

Para o presidente da Associação Brasileira de Investidores em Autoprodução de Energia Elétrica, Mário Menel, a escolha do nome foi excelente por duas razões: o profundo conhecimento que o superintendente da Aneel tem do setor elétrico e o comportamento exemplar nas decisões. “Tem que ter uma pessoa justa na CCEE. Eu sei que não vou ganhar todas com o Rui, mas sei que vai ser o melhor. O mercado todo aplaudiu, porque sabe dessas caracteristicas dele”, frisou Menel. Ele acrescentou que os elogios vêm de profissionais que também tiveram derrotas em seus pleitos na autarquia. Ele destacou ainda o papel relevante do futuro dirigente da CCEE na continuidade ao trabalho de seu antecessor.

 

As características apontadas pelos outros executivos foram reforçadas pelo presidente da Associação Brasileira de Geração de Energia Limpa, Charles Lenzi, para justificar sua avaliação.  Lenzi acredita que o governo foi muito feliz na indicação do nome de Altieri e citou a experiência e o bom relacionamento do superintendente com os agentes do setor. Ele também elogiou a gestão de Barata na Câmara de Comercialização e acredita que seu substituto a partir de abril seguirá na mesma linha. “Tecnicamente, [Barata] é um pessoa que fez uma gestão muito segura, dando tranquilidade ao mercado. Rui  tem todas as condições de fazer o mesmo trabalho”, disse.

 

O presidente da Associação Brasileira de Companhias de Energia Elétrica, Alexei Vivan, não se mostrou supreso com a indicação e também ressaltou qualidades de Altieri como a disposição para o diálogo e o grande conhecimento da área de comercialização. Vivan também citou o trabalho de Eduardo Barata e afirmou que ele teve nos últimos quatro anos uma atuação muito elogiada pelos agentes. Para o dirigente da ABCE, o principal objetivo do presidente do conselho da CCEE é dar seguimento a todos os processos em andamento na Câmara. “A gente tem que ter o cuidado para que as decisões que forem necessárias sejam discutidas com os agentes”, observou o executivo.

fmase

Hoje, o Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico - FMASE conta com 19 entidades na sua formação, e é uma das principais vozes do setor para tratar das questões ambientais referentes aos empreendimentos de geração de energia.


Leia mais...

ABIAPE | Associação Brasileira dos Investidores em Autoprodução de Energia

SCN Quadra 4 Ed. Centro Empresarial Varig Sala 101 CEP: 70714-900 Brasília/DF
Tel/Fax: (61) 3326-7122 | E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

abiape