Notícias do Setor

BNDES anuncia novas condições para financiamento de projetos em leilões

Índice de cobertura do serviço da dívida cai de 1,2 e prazo para amortização de eólicas e térmicas a carvão será de até 16 anos e de até 20 anos para demais fontes

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social aprovou nesta segunda-feira, 26 de agosto, as condições de financiamento para os projetos vencedores dos leilões de energia nova a serem promovidos em 2013. De acordo com comunicado enviado pelo banco, os principais destaques são: a redução do índice de cobertura do serviço da dívida de 1,3 para 1,2, calculado com base no fluxo de receitas projetadas para cada ano da fase operacional; a possibilidade de conversão do sistema de amortização da dívida do BNDES de SAC para Price, quando houver emissão de debêntures de infraestrutura pela beneficiária do crédito.

O prazo de amortização será de até 16 anos para geração de energia eólica e usinas térmicas movidas a combustíveis fósseis e de até 20 anos para os demais casos. Para projetos de geração térmica movidos a biomassa em que os contratos de compra e venda de energia possuam crescimento gradativo da quantidade da energia contratada, os prazos de amortização e de carência dos subcréditos poderão ser ajustados de forma escalonada.

A remuneração básica do BNDES será de 0,9% ao ano para todas as fontes contratadas em leilão público; a taxa de Risco de Crédito fica entre 0,4% e 2,87% ao ano, conforme o risco de crédito do cliente. Destaca-se que a taxa de risco de crédito média praticada pelo BNDES para projetos de geração de energia nos últimos cinco anos foi de 1,22% ao ano.

Ainda de acordo com o BNDES, as novas condições contribuirão para promover a modicidade tarifária na contratação de energia em leilões públicos, além de incentivar a emissão de debêntures de infraestrutura, e consequentemente captações de mercado de longo prazo. Desde 2003, o BNDES já financiou R$ 122 bilhões para o setor, incluindo os projetos de transmissão, viabilizando investimentos da ordem de R$ 207 bilhões.

fmase

Hoje, o Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico - FMASE conta com 19 entidades na sua formação, e é uma das principais vozes do setor para tratar das questões ambientais referentes aos empreendimentos de geração de energia.


Leia mais...

ABIAPE | Associação Brasileira dos Investidores em Autoprodução de Energia

SCN Quadra 4 Ed. Centro Empresarial Varig Sala 101 CEP: 70714-900 Brasília/DF
Tel/Fax: (61) 3326-7122 | E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

abiape