Notícias do Setor

Perspectiva de aumento do valor financiado pelo BNDES gera expectativa para PCHs

Para Abragel, financiamento é uma condição importante para tornar empreendimentos viáveis

A decisão do governo de aumentar o prazo de financiamento de 16 para 20 anos, e o total financiado de 70% para 80% do valor dos projetos submetidos ao BNDES aumentou o otimismo de investidores em pequenas centrais hidrelétricas em relação à participação dessas usinas nos leilões de energia. Além das PCHs, a decisão anunciada pelo banco nesta segunda-feira, 26 de agosto, beneficia usinas termelétricas a carvão e a biomassa.

O presidente a Associação Brasileira de Geração de Energia Limpa, Charles Lenzi, revelou que existem mais motivos para que os investidores se sintam otimistas porque os argumentos apresentados pelo setor aparentemente têm dado resultado. Lenzi afirma que há sinalização importante de diversificação das fontes, e o fato de o preço- teto dos leilões ter subido para um patamar de R$ 140 por MWh também é um sinal positivo.

O executivo lembra que há um trabalho conjunto com a Confederação Nacional da Indústria e a Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústrias de Base em relação às condições necessárias para tornar viável retorno das PCHs aos leilões regulados. “Dentro dessas condições melhores, o financiamento é uma condição muito importante para que mais projetos possam participar dos leilões”, observa.

Existem atualmente 682 projetos basicos de PCHs em análise na Agência Nacional de Energia Elétrica, que totalizam cerca de 7 mil MW de potência instalada. Esses projetos ainda terão de batalhar pela licença dos órgãos ambientais.

Outros empreendimentos com potência em torno de 1900 MW têm autorização, mas ainda dependem de financiamento. A condição básica hoje dos financiamentos do BNDES, lembra o executivo, é que o empreendedor tenha um PPA (contrato de compra e venda de energia) de pelo menos dez anos. 

fmase

Hoje, o Fórum de Meio Ambiente do Setor Elétrico - FMASE conta com 19 entidades na sua formação, e é uma das principais vozes do setor para tratar das questões ambientais referentes aos empreendimentos de geração de energia.


Leia mais...

ABIAPE | Associação Brasileira dos Investidores em Autoprodução de Energia

SCN Quadra 4 Ed. Centro Empresarial Varig Sala 101 CEP: 70714-900 Brasília/DF
Tel/Fax: (61) 3326-7122 | E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

abiape